terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Sussurro ao mar #21


Em menos de nada dois meses se passaram e estava na altura da ecografia. Este mês irei saber se é menino ou menina, não podia estar mais entusiasmada. Infelizmente o Tiago não poderá vir comigo este mês por causa do trabalho mas tem-me acompanhado sempre a todas as consultas, exames e ecografias. Acordei cedo e fui tomar um duche, a água quente sempre teve um efeito calmante em mim. Olhei para a minha barriga enquanto a água caía sobre o meu corpo, estava tão grande e o meu filhote estava entusiasmado, acho que gostava da sensação da água tanto quanto eu. Vesti umas leggins pretas e uma túnica branca com umas sabrinas confortáveis; o Verão havia chegado com todo o seu poder e calor. Saí de casa e meti-me no carro; rapidamente liguei o ar condicionado pois aquele calor enjoava-me imenso. Em dez minutos cheguei a maternidade; dirigi-me ao balcão para assinalar a minha presença e sentei-me na sala de espera a acarinhar a minha barriga. Mais tarde o Tiago viria ter comigo e eu sabia exactamente como lhe iria contar. Os nomes já estavam escolhidos. Se fosse menina seria Margarida, se fosse menino seria Afonso. Sentia o meu coração pulsar forte e os pontapés não paravam nem por um segundo. Ouvi o meu nome ser chamado pelos altifalantes e levantei-me dirigindo-me ao corredor que me levaria à porta do consultório. Ao chegar ao corredor possuia visibilidade para a porta da entrada; qual é o meu espanto quando vejo o Tiago a correr a meu encontro e a abraçar-me carinhosamente deixando um leve beijo na minha testa.

Amor? Que fazes aqui?
Não podia abdicar de vocês, hoje é um dia importante - retorquiu.

A surpresa que lhe faria estava arruinada mas era mais importante para mim que ele estivesse presente. Peguei na mão dele e coloquei-a sobre a minha barriga; ele sempre ficara fascinado com a força que o nosso bebé exercia com os seus pézinhos pequeninos. Sentei-me na cadeira em frente ao consultório esperando a chamada da médica. Tiago ajoelhou-se à minha frente e encostou o seu ouvido à minha barriga cantando baixinho para o nosso filhote. Sempre que ele o fazia os pontapézinhos acalmavam, era como se o bebé adormecesse ao som da sua voz. Entramos na sala e deitei-me sobre a marquesa tal como a médica havia pedido. Tiago sentou-se ao meu lado num pequeno banco de madeira segurando ansiosamente a minha mão. A médica colocou o gel frio sobre a minha barriga e senti um arrepio. Enquanto ela fazia o exame eu sofria ansiosamente por uma resposta.

Dra., já nos pode dizer se é menino ou menina?
Já posso sim Leonor, está bem à vista.

Tanto eu como o Tiago queriamos uma menina, mas o importante mesmo era que fosse saudável e perfeitinho independentemente do sexo. Quando a médica falou, não poderiamos ficar mais surpreendidos. Os nossos olhos quase sairam da órbita e olhamos um para o outro com um sorriso escancarado no rosto; não podiamos acreditar...

Continua...

11 comentários:

  1. Oh que fofinhoooo *.*

    Os bebes que estão dentro da barriguinha sente quem os ama de verdade.. por isso é que se acalmam.. ou mexem mais, sendo um sinal que gostam..

    :$..
    Tiveram gemeos?? :b

    ResponderEliminar
  2. Conheces-me demasiado bem :$
    Não vale andares a adivinhar o que eu ainda nem escrevi!

    Agora chiuuu, segredo Amor ♥♥

    ResponderEliminar
  3. Conheces melhor do que ninguém

    ♥♥♥ LY ♥♥♥

    ResponderEliminar
  4. Oh, uma menina!?Que linda...
    *.*
    Querida...vejá lá se é ou não uma pessoa morta!Gostei da tua criatividade...hehe!
    Bjinhos...

    ResponderEliminar
  5. O meu reino da noite gostaria de te desejar um feliz ano novo chinês :)

    Kung Hei Fat Choi !!!

    Beijinhos e um bom ano chinoca :D

    ResponderEliminar
  6. Está o máximo a história (:
    Bom fim de semana!

    Beijinhos ;**

    ResponderEliminar
  7. E eu vou continar a ler esta magnifica :)
    Que bom que estas a gostar*-*

    ResponderEliminar

Leave your thoughts;
Someday they'll become more than just a dream ♥